SOBRE NÓS...

BLOG DO ELENCO está desde o ano de 2006 no ar! Aqui reunimos em postagens, artigos, depoimentos, fotos, vídeos, entrevistas e muito mais sobre o Anjos da Noite Teatro de Rua (1996) e o Centro de Pesquisas Miniaturas do Brasil (2006). Nossos projetos, residências artísticas, eventos, cadastros, mapeamentos e muito mais podem ser vistos aqui! Mais informações no email producao.anjosdanoite@gmail.com

domingo, 9 de maio de 2010

- Os sonhos de Mama Rose... - Gypsy O Musical!

Por Tsunamy

Olá, queridos e queridas que aqui adentram. Seja, pois muito bem vindos ao Blog do Elenco. E nossas andanças? Estão a mil por hora.
E o Rio de Janeiro? Continua lindo e maravilhoso nos enchendo de sonhos e mais sonhos. Onde vamos parar com estes sonhos? Só Deus sabe! Mas, o mais importante é que ainda sonhamos e acreditamos em nós. Em nosso talento, em nossa vontade de trabalhar e mudar o mundo com o nosso lindo trabalho.

Nestas andanças cariocas fomos assistir o recém estreado Musical Gypsy!
E o que achei da versão Brasileira deste sucesso da Brodway desde 1959?
Vejam abaixo:

“Hoje eu tive um sonho... e neste sonho embarquei e me emocionei com Mama Rose e seus maravilhosos sonhos encarnados agora na pele de Totia Meireles. E o que eu pude sentir? Todas as palavras de qualquer dicionário não definem o prazer de ver ao vivo e a cores os sonhos de Mama Rose e suas andanças em busca do sucesso para suas filhas. A saga da mãe em busca do melhor, do máximo, do estrelato e tão longe dele... nossa Mama Rose caminha a seu próprio abandono.
Difícil é falar de sonhos e como torná-los realidade? Eis a tarefa mais complexa deste jogo que é a vida do artista, do artista mambembe, do artista cigano. Como tornar realidade aquilo que provém de um sonho? Mama Rose nos ensina que de uma simples colcha podemos transformá-la em belíssimos blazers para suas pequenas artistas. O poder de transformar esta nas mãos daquele que acredita e se, você é quem acredita com certeza vai tornar realidade aquilo que era apenas um sonho.
Ver os sonhos de Mama Rose no palco é ver enquanto artista que sou as realidades e necessidades que temos na vida profissional. O quanto buscamos, o quanto fugimos da arte convencional buscando ter notoriedade com o que fazemos, mas, nem sempre estamos felizes. Como é bom tentar? Mas, como é bom ter sucesso? Como é bom ser reconhecido e afamado! E como pode ser tão ruim tentar e não chegar lá... nem perto! Mas, ai entram os sonhos novamente nos levando a mais uma jornada.
O medo é companheiro de qualquer artista, assim como os sonhos são a coragem que nos empurram quando o medo já nos venceu. Mama Rose empurra suas filhas ao máximo daquilo que ela acha que elas podiam chegar e quando chegam lá... percebem que não fizeram nada. Pouca coisa mudou...
Este musical é mais que referência a qualquer artista, é obrigatório a qualquer pessoa que busque na arte uma forma de viver e contribuir com o mundo. Quem quer fazer teatro tem que assistir a versão Brasileira deste clássico da Broadway, porque vai encontrar nele os dois lados da moeda. E isto vai caminhar com você pela vida inteira. Eu sai do Teatro Vila Lobos querendo mudar o mundo, o meu mundo teatral. As realidades que passamos no dia a dia de nossa companhia teatral, Gyspy foi um filme em minha cabeça. Mais um filme que; me fez refletir as minhas condições enquanto artista, pra onde vamos? Pra onde queremos ir? O que queremos? E como ficam os sonhos? E onde esta o sucesso? Mais eu acredito em nós? E cadê o sucesso...
Esperanças, sonhos, realidade, e mais uma dose de esperança... é isso que o musical nos passa. Seguir em frente acreditando em nos mesmos, em nosso talento. Usando a esperança como primeiro socorro quando o medo nos fizer adoentar, fracassar. E os sonhos para poder enxergar, enxergar mais longe. Ver a vida além do olho. Ver a vida com os olhos do mundo.
Gypsy é um verdadeiro tapa na cara para quem diz que no Brasil não temos musicais de qualidade. Ledo, engano. Charles Moeller e Cláudio Botelho mais uma vez mostram que não estão aqui para brincadeira. Botam pra quebrar e quebram com qualidade, com astúcia e muito ardor. São 18 trocas de cenários, mais de 38 atores, bailarinos, que vestem mais de 140 figurinos de diversas épocas. Quase uma centena de profissionais estão diretamente envolvidos na montagem. E o que você pode ver é a qualidade de tudo, a perfeição nos mínimos detalhes. É um prêmio para um ator estar numa produção desta qualidade, deste nível. Quem patrocina esta maravilha é o Banco Bradesco e mais alguns apoiadores como a Rede Globo.
O que posso destacar neste musical é também a direção de cena, que deixa todos de boca aberta, de queixo caído. Atores adultos ou infantis estão no mesmo patamar de talento e dedicação. Tudo perfeito. Nada fora dos eixos. É tudo tão bom que não há o que criticar somente agradecer aos produtores por esta belíssima montagem do clássico Gyspy aqui em nosso país. E que venham mais e mais musicais para engrandecer ainda mais a cena teatral Brasileira. Parabéns a todos! Parabéns ao Teatro!